Vergonha: Di Caprio desmente fake news de Bolsonaro sobre Amazônia





Sem apresentar provas, o presidente Jair Bolsonaro, disse na sexta-feira (29) que o ator Leonardo Di Caprio, teria financiado grupos, que segundo ele, estariam “queimando a Amazônia” e seriam os responsáveis pelos incêndios na floresta tropical brasileira.

O governo Bolsonaro, foi alertado pelo Ministério Público em 7 de agosto, que um grupo de produtores rurais se organizavam o “Dia do Fogo”.




Mesmo com evidências, sobre ação de produtores rurais para incendiar propositalmente a floresta, Bolsonaro prefere continuar com um discurso, que as ONGS ambientais, seriam as responsáveis pelos incêndios na floresta amazônica. Com base nisso, Bolsonaro acusou Di Caprio de “dar dinheiro para tacar fogo na Amazônia”, por ele ter dito que Di Caprio deu dinheiro as ONGS Saúde e Alegria e Instituto Aquífero do Alter do Chão, no Pará.

A afirmação de Bolsonaro, teria se baseado em inquérito que levou a prisão, brigadistas voluntários que atuam nas ONGS. A prisão dos mesmos foi revogada e o delegado do caso foi destituído pelo governador do Pará. O inquérito, segundo o site The Intercept,  é um “verdadeiro lixo”, segundo o site jornalístico o inquérito:

é recheado de conclusões estapafúrdias sem embasamento em provas e, em vários pontos, traz correlações que a própria investigação desmente. A peça parece apenas um ato de ficção com destino certo: movimentar as turbas pró-Bolsonaro nas redes, incendiadas por personagens irresponsáveis como a deputada Carla Zambelli e o próprio presidente da República

Di Caprio nega que tenha financiado as ONGs em questão, que estavam sendo investigadas.

LEIA TAMBÉM: Vídeo: Bolsonaro diz que “pessoal de ONG” está queimando Amazônia, mas que “não tem como provar”

Leia a íntegra da nota de Leonardo Di Caprio:

“Embora dignos de apoio, não financiamos as organizações mencionadas”, disse o comunicado. “O futuro desses ecossistemas insubstituíveis está em jogo e tenho orgulho de apoiar os grupos que os protegem.”
(…)

.x.x.x.

Segue a nota de Leonardo DiCaprio:

“Neste momento de crise para a Amazônia, apoio o povo do Brasil que trabalha para salvar seu patrimônio natural e cultural. Eles são um exemplo incrível, comovente e humilde do compromisso e paixão necessários para salvar o meio ambiente.



O futuro desses ecossistemas insubstituíveis está em jogo e tenho orgulho de apoiar os grupos que os protegem. Embora dignas de apoio, não financiamos as organizações citadas.

Continuo comprometido em apoiar as comunidades indígenas brasileiras, governos locais, cientistas, educadores e as pessoas que estão trabalhando incansavelmente para garantir a Amazônia para o futuro de todos os brasileiros”.

Com informações de O Globo e Associated Press