em Vídeo

Vídeo: Deputada bolsonarista dizia que a Havan era da filha de Dilma

Como nasce uma fake news da extrema-direita, com boatos e teorias da conspiração, agora um vídeo de anos atrás foi ressuscitado para mostrar como eles elaboravam mentiras contra o PT, ”Havan era da filha de Dilma”

Segundo informações de colunista do The Intercept e o senador Humberto Costa(PT-PE) e do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) , a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), gravou vídeo “denunciando” que a filha de Dilma Rousseff, seria a dona da Havan, a loja de Luciano Hang, braço direito de Bolsonaro.




A desinformação e mentira como prática da extrema-direita não é nova, como já afirmaram que Lulinha seria dono da Friboi, que teria “milhares de fazendas no Pará” entre outros, agora segundo ela em vídeo a Havan seria de filha de Dilma, porque “Havana era a capital de Cuba”.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Tais mentiras se propagavam facilmente antes das famosas agências Fact Checking, que checam declarações e outros, em eras digitais, principalmente após o escândalo da Cambridge Analytica e o Facebook.




Um dos primeiros que trouxe a tona o vídeo com o desmentido foi o site Boatos.Org, um dos primeiros sites que desmentiam fake news das redes sociais.

LEIA TAMBÉM:

“Quer dizer que é chamar a gente de idiota, né? Estátua da Liberdade com um um símbolo que lembra Cuba”, diz a deputada bolsonarista em frente a uma loja da Havan em Uberlândia no vídeo que internautas resgataram e trouxeram de volta a tona.

“Essa loja é da filha da Dilma, a Paulinha. E eu fico impressionada como os filhos de presidentes no Brasil ficam milionários e se tornam grandes empreendedores”,ironizou a deputada bolsonarista, em vídeo que ela identifica como sendo de 26/11, porém sem dizer o ano exato, gravado em Uberlândia-Minas Gerais.

A deputada acabou por finalizar dizendo:

“Olha para onde está indo seu dinheiro: lavagem de dinheiro”, disse a deputada.



O caso foi encontrado por um internauta no Twitter  e viralizou nas redes sociais, inclusive entre jornalistas e pessoas do meio político.

Com informações da Revista Fórum

P.S: As informações que trouxemos, se baseiam na confiança nas fontes acima colocadas de parlamentares e colunistas do The Intercept.

Veja o vídeo:

 

 

Comments are closed.