Bolsonaro é um doente que quer resolver o problema do Brasil com armas, diz Lula

Folha de São Paulo

Em entrevista para um documentário da emissora britânica BBC que foi ao ar nesta sexta-feira (10), o ex-presidente Lula fez novas críticas ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) e afirmou que o atual mandatário é um “doente” que pensa que as armas vão resolver os problemas do Brasil.




“É um doente que acha que o problema do Brasil se resolve com armas. O problema do Brasil se resolve com livros, com escolas”, disse o petista em entrevista concedida ao jornalista brasileiro Kennedy Alencar.
Foi a segunda vez que o petista falou com veículos de imprensa depois de ter sido preso em Curitiba, em abril de 2018. A primeira foi no último dia 26, quando recebeu a Folha e o jornal El País, após a queda da proibição imposta pelo Supremo Tribunal Federal.

Inicialmente, a nova entrevista, feita no último dia 3 de maio, iria ao ar pela RedeTV! no dia seguinte. No mesmo dia, a emissora e o jornalista informaram que o material seria exibido, em data a ser definida, pela BBC Word News, que pediu exclusividade sobre o material.




A entrevista foi ao ar parcialmente nesta sexta na BBC em um documentário de 29 minutos sobre a ascensão e queda do ex-presidente, intitulado “Lula Behind Bars” —Lula Atrás das Grades, em tradução livre. O material será usado pela emissora britânica em outras produções ao logo do ano.

Em seu blog, o jornalista afirmou que na manhã de segunda-feira (13), às 8h, publicará a entrevista completa, que tem 1 hora 50 minutos.

LEIA TAMBÉM: Ana Hickmann e outros artistas escalados para defender reforma da previdência de Bolsonaro

Procurada pela Folha no dia 3, a RedeTV! afirmou em nota que “foi contratada no ano passado pela BBC World News e pela K.doc para gravar entrevistas para a série-documentário de três capítulos. Realizou 12 entrevistas, 3 das quais com ex-presidentes da República. A série, chamada ‘What Happened to Brazil’, foi transmitida internacionalmente em janeiro pela BBC”.

Segundo a emissora, “a entrevista com Lula foi solicitada à época como parte desse projeto”. “Liberada agora pela Justiça, foi gravada na última sexta-feira. A entrevista será usada pela BBC World News com exclusividade, numa sequência da produção desenvolvida no ano passado. Todos os direitos sobre imagens e direção editorial são da BBC”, afirmou.



As entrevistas que foram gravadas anteriormente para a série também não foram exibidas pela emissora.

No caso de Lula, a RedeTV! forneceu o material para a produção da entrevista, que aconteceu na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula está preso.

(…)