Congresso discutirá afastamento de Bolsonaro, afirma colunista de O Globo

Jornalista Ascanio Seleme, colunista e ex-diretor de redação do jornal O Globo, indicou neste domingo, 10, que a Câmara, presidida por Rodrigo Maia, deverá discutir um eventual pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro; “O assunto pode invadir o Congresso a partir de amanhã, ao fim do recesso de carnaval. Se já não invadiu”, diz Seleme; “Hoje, as pessoas falam abertamente sobre o impeachment de Bolsonaro. E por quê? Porque o presidente deu margem, deu corda, alimentou e segue alimentando a discussão sobre seu próprio futuro”

247 – O jornalista Ascanio Seleme, colunista do Globo e ex-diretor de redação do jornal, afirmou neste domingo, 10, que o Congresso Nacional deverá discutir um eventual pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Leia também:

“A cada semana o tema ganha mais corpo em conversas nas ruas, nas casas, nos restaurantes, nos escritórios, nos consultórios, nos táxis. Na praia. O assunto pode invadir o Congresso a partir de amanhã, ao fim do recesso de carnaval. Se já não invadiu”, diz Seleme.

Segundo o jornalista, nunca um presidente conseguiu queimar tanto capital político trazido das urnas em tão pouco tempo como Jair Bolsonaro. “Hoje, as pessoas falam abertamente sobre o impeachment de Bolsonaro. E por quê? Porque o presidente deu margem, deu corda, alimentou e segue alimentando a discussão sobre seu próprio futuro”, acrescenta o colunista do jornal O Globo

Cada besteira dita por ele multiplica o debate sobre o seu afastamento. Somente nesta semana, por duas vezes o presidente espantou os brasileiros, mesmo aqueles que votaram nele com convicção. O Twitter do carnaval e a declaração de que a democracia só existe porque as Forças Armadas querem causaram estupefação no país”, observa Ascanio Seleme.