em Política

Deputado sugere prisão preventiva para Carlos Bolsonaro





Após a notícia que a Polícia Civil do Rio de Janeiro trabalha com a hipótese que Carlos Bolsonaro teve participação na morte da vereadora Marielle Franco, o deputado federal Rogério Correa (PT/MG) sugeriu por meio de sua rede social, o twitter, que o filho do presidente fosse preso preventivamente. A polícia estaria investigando a discussão entre Marielle e Carlos.

Algumas perguntas ainda não respondidas: por que Carlos Bolsonaro saiu apressadamente a mexer nos áudios da portaria do condomínio onde mora a família? Por que ele apagou suas redes sociais? Por que Carluxo saiu do Rio (pelo que dizem, está em SC)?”, questionou o deputado via twitter.



O deputado continua:”quando um suspeito de assassinato coage testemunha – porteiro, por exemplo – desmancha provas, apagando postagens das redes ou da telefonia da portaria e muda de endereço abandonando o serviço, podendo preparar fuga, não é o caso de preventiva?”

LEIA TAMBÉM: Carlos Bolsonaro prega ditadura :”Por vias democráticas” o país não vai mudar

O deputado também recordou, que “Carluxo” (Carlos Bolsonaro) o ameaçou de morte pelo twitter.  O deputado á época pediu até reforço na sua segurança, após a ameaça do vereador e filho do presidente da república. O escândalo se tornou um dos assuntos mais comentados no twitter, com  a hashtag #TicTacCarluxo, estando nos Trend topics (assuntos mais comentados).

Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | VK | Instagram

 

 

Comments are closed.