Dispara rejeição de Bolsonaro e aprovação cai em nova pesquisa

Pesquisa do Instituto Datafolha, publicada nesta segunda-feira (2) pelo jornal Folha de S.Paulo, mostra derretimento da popularidade de Jair Bolsonaro (PSL) em pouco menos de dois mesesSegundo dados da pesquisa nacional, que ouviu 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios, a reprovação ao ocupante do Palácio do Planalto subiu de 33% para 38% em relação ao levantamento anterior do instituto, feito no início de julho.

Sua imagem está em franca deterioração. A aprovação de Bolsonaro também caiu, de 33% em julho para 29% agora.



Mesmo entre os mais ricos Bolsonaro está despencando (aqueles com renda mensal acima de 10 salários mínimos). Neste segmento, a aprovação caiu de 52% em julho para 37% agora.

LEIA TAMBÉM:

A pior avaliação de Bolsonaro é entre os mais pobres, as vítimas de seu governo, que ganham até dois salários mínimos (22%), os mais jovens (16 a 24 anos, 24%) e com escolaridade baixa (só ensino fundamental, 26%).




A região Nordeste continua sendo aquela em que Bolsonaro é mais rejeitado. Seu índice de ruim e péssimo subiu de 41% para 52% na região de julho para cá.

Bolsonaro segue sendo o mandatário eleito mais mal avaliado em um primeiro mandato, considerando FHC, Lula e Dilma.