em Denúncias

Fabricante de cloroquina no Brasil é suplente do líder do governo Bolsonaro

11/07/2020

Um dos empresários que fabrica a cloroquina no Brasil, Ogari de Castro Pacheco,  dono do laboratório  Cristália, é segundo suplente de líder do governo Bolsonaro no Senado. Os vínculos da Cloroquina e o poder.




Via Revista Fórum

Um dos empresários responsáveis pela venda de cloroquina no Brasil é eleitor de Jair Bolsonaro e atua como segundo-suplente do líder do governo no Senado, Eduardo Gomes (MDB-TO). Ogari de Castro Pacheco tem sido beneficiado diretamente com a propaganda do presidente sobre o medicamento.




O empresário é cofundador do laboratório Cristália, prestigiado pessoalmente pelo presidente no ano passado. De acordo com reportagem do jornal Estado de S.Paulo, Bolsonaro participou da inauguração de uma das plantas do laboratório no dia 6 de agosto.

Durante a cerimônia, o ex-capitão parabenizou o empresário pela “coragem de erguer” o empreendimento. No site da empresa, Pacheco menciona o “crescimento sem precedente de venda de medicamentos” durante a pandemia. Ele está internado com Covid-19 e tem feito uso do medicamento, segundo o senador Eduardo Gomes.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro faz 2 exames cardíacos por dia, com receio dos efeitos da cloroquina

Bolsonaro pode ter contaminado 76 pessoas, informa El País. Veja quem são:

Além do laboratório Cristália, outras quatro empresas foram autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para produzir a cloroquina. Dados do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma) mostram que o consumo do remédio pelos brasileiros cresceu 358% durante a pandemia.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Clique aqui e receba nossas notícias pelo seu Telegram

VÍDEOS RELACIONADOS:

Porque a extrema-direita nega o coronavírus

 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->