em Geopolítica

Irã cobra do Brasil explicação sobre nota de apoio aos EUA

A chancelaria iraniana veio a público cobrar explicações do Brasil, sobre o apoio  aos Estados Unidos de Trump. O Irã pede explicações, após nota de apoio do governo brasileiro aos americanos, após a morte do general iraniano Qaasem Soleimani em  Bagdá, no Iraque.





O governo iraniano pediu explicações a diplomacia brasileira, sobre as declarações e posicionamentos do governo brasileiro, frente a morte do General Qaasem Soleimani em Bagdá.  Soleimani foi atingido por um míssil americano há cinco dias.

“A conversa, cujo teor é reservado e não será comentado pelo Itamaraty, transcorreu com cordialidade, dentro da usual prática diplomática”, informou o Ministério das Relações Exteriores ao comentar a reunião que aconteceu entre representantes do governo iraniano e do Brasil na embaixada brasileira em Teerã.




“Ao tomar conhecimento das ações conduzidas pelos EUA nos últimos dias no Iraque, o governo brasileiro manifesta seu apoio à luta contra o flagelo do terrorismo e reitera que essa luta requer a cooperação de toda a comunidade internacional sem que se busque qualquer justificativa ou relativização para o terrorismo”, diz um trecho do comunicado, intitulado “Acontecimentos no Iraque e luta contra o terrorismo”.

As informações que o Irã pediu explicações ao governo do Brasil foram confirmados pelo O Globo.

Na nota do Itamaraty “o Brasil está igualmente pronto a participar de esforços internacionais que contribuam para evitar uma escalada de conflitos neste momento”. Diz ainda que o terrorismo não seria algo restrito a alguns países, “e o Brasil não pode permanecer indiferente a essa ameaça, que afeta inclusive a América do Sul”.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro hoje mesmo afirmou que o general Soleimani, não “era general” e chegou a dizer que o mesmo tinha dedicado parte da vida ao terrorismo.

Além do Brasil, o governo iraniano pediu explicação a outros países  que se manifestaram sobre  a questão da morte do general Soleimani, entre eles a Alemanha e a Suíça.




Uma multidão se reuniu nas ruas do Irã para pedir vingança pelo assassinato do general Soleimani.

Agora o Irã cobra uma posição do Brasil, sobre a questão do general Soleimani, o que fará Bolsonaro?

Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | VK | Instagram

Comments are closed.