Joaquim Barbosa, que prendeu petistas no mensalão, declara voto em Haddad

Estado de Minas

Ex-ministro, que ganhou notoriedade como algoz petista no histórico julgamento do mensalão, voltou ao Twitter para se posicionar

Grande aposta como outsider para esta eleição e figura que ganhou notoriedade como algoz petista no julgamento do mensalão, o ex-ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribubal Federal, desceu do muro. Em tuíte publicado na manhã deste sábado (27/10), declarou voto em Fernando Haddad.



Ao contrário de outros nomes da cena política brasileira, Barbosa recorre pouco ao Twitter. A última vez em que deu declaração na plataforma foi em maio, justamente para encerrar rumores de que sairia candidato à presidência.



À ocasião, escreveu: “Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal.”

Receba nossas atualizações direto no Whatsapp