Protesto contra Bolsonaro no RJ começa a ocupar parte de avenidas

Jornal do Brasil

Estudantes e representantes de entidades estudantis e de sindicatos de trabalhadores participam hoje (30), em várias cidades do país e também no exterior, de atos contra o contingenciamento de verbas públicas para universidades federais. Segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), há previsão de mobilizações em 143 municípios do país. É a segunda vez este mês em que os manifestantes vão às ruas em defesa de manutenção de recursos para o ensino superior.



O ato em frente à Igreja da Candelária, no centro do Rio, tomou corpo à tarde e ocupa parte das avenidas principais Presidente Vargas e Rio Branco. Os manifestantes entoam gritos como “Que contradição, tem dinheiro para a milícia mas não tem para a educação” e “Quero estudar para ser inteligente, porque de burro já basta o presidente”.

O grupo vai caminhar até a região da Cinelândia, a cerca de um quilômetro de onde ocorre a concentração. Algumas equipes de policiais militares com máscaras se espalham ao longo do trajeto.

(…)

Veja fotos e vídeos: