em Economia

Retomada? Indústria desaba no governo Bolsonaro

A produção industrial brasileira recuou cerca de 1,2% em novembro, informa o IBGE. Um percentual que aponta um cenário de recessão econômica, diferente do proferido pela grande mídia comercial, que fala em “retomada econômica”, depois da divulgação dos dados falsos do Natal, que foram corrigidos e mostrou-se queda, agora é a atividade industrial que está em baixa. A indústria e sua atividade tiveram retração.




Segundo informações da Reuters, a indústria brasileira teve queda no mês de novembro interrompendo “3 meses seguidos de alta”,  o resultado mais fraco para o período de quatro anos, informa a reportagem.

O recuo da indústria brasileira foi de 1,2% em novembro em relação a Outubro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A tal retomada econômica que a mídia tanto fala parece não resistir aos fatos da realidade.




A queda de 1,2% anula em parte o crescimento de 2,2% entre agosto e outubro. Para os meses de novembro, a queda mais forte desde 2015, quando a indústria teve queda na atividade em 1,9%.

“A queda verificada em novembro eliminou uma parte importante do crescimento atingido nos meses anteriores”, disse o gerente da pesquisa, André Macedo, em nota.

No acumulado do ano de 2019, a queda foi de 1,1%.

LEIA TAMBÉM:

Resultados piores que a expectativa da pesquisa da Reuters com economistas.

A queda maior foi em bens de consumo duráveis em cerca de 2,4%, devido principalmente a queda de produção de automóveis.

A produção de bens intermediários caiu 1,5%, a de bens de capital teve queda de 1,3% e a de bens de consumo semi e não-duráveis recuou 0,5%.




A mais recente pesquisa Focus realizada pelo Banco Central mostra que o mercado vê recuo de 0,73% na produção industrial em 2019, com o Produto Interno Bruto avançando 1,17%.

Com informações da Reuters

Comments are closed.