em Política

Twitter suspendeu 16 Bolsonaristas da rede social. Veja os motivos:

24/07/2020

Mais uma dura derrota para o bolsonarismo: a conta de 16 bolsonaristas foi suspensa no Twitter. A suspensão ocorre por decisão do Ministro Alexandre de Morares, do STF. Entre as contas suspensas estão as de Allan dos Santos, Sarah Winter e Roberto Jefferson.




Anteriormente os bolsonaristas acreditavam que eram inimputáveis, ao espalhar fake news e atacar a democracia e instituições.

No entanto, parece que o STF resolveu reagir a estrutura do gabinete do ódio e a decisão de Moraes hoje (24), segue esse roteiro.




O perfil de 16 aliados do presidente Jair Bolsonaro, foram suspensos do Twitter. A suspensão ocorre por decisão de Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito das fake news.

Anteriormente Allan dos Santos, Sara Winter, Luciano Hang e outros bolsonaristas haviam sido alvos de operação da Polícia Federal. A decisão da suspensão ocorre sobretudo para investigar disseminação de informações falsas e ataques a Ministros do STF.

Quem foi suspenso no Twitter e Facebook:





Em maior, quando houve operação de busca e apreensão que mirou os bolsonaristas, Moraes já havia determinado a suspensão das contas dos 16 investigados. No entanto, os perfis estavam ativos até a semana passada.

Com o propósito de fazer valer a decisão, Moraes determinou a suspensão imediata das contas.

Após a determinação, as redes sociais tanto do Twitter como o Facebook cumpriram as decisões.

LEIA TAMBÉM:

Os empresários suspeitos de financiar as fake news bolsonaristas

TCU investiga se gabinete do ódio é financiado com dinheiro público

 

De acordo com o Twitter: ” A rede social agiu estritamente em cumprimento a uma ordem legal proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). Já o Facebook declarou: “O Facebook, também por meio de nota, afirmou que “respeita o Judiciário e cumpre ordens legais válidas”.

A ação desestabiliza a ação desses grupos nas redes sociais, que sempre coordenaram ataques e notícias falsas ou meias verdades como parte de suas estratégias.


Uma das contas suspensas, a de Roberto Jefferson, presidente do PTB

Veja a lista de quem foi suspenso:

Roberto Jefferson, ex-deputado e presidente nacional do PTB
Luciano Hang, empresário
Edgard Corona, empresário
Otávio Fakhoury, empresário
Edson Salomão, assessor do deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia
Rodrigo Barbosa Ribeiro, assessor do deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia
Bernardo Küster, blogueiro
Allan dos Santos, blogueiro
Winston Rodrigues Lima, militar da reserva
Reynaldo Bianchi Júnior, humorista
Enzo Leonardo Momenti, youtuber
Marcos Dominguez Bellizia, porta-voz do movimento Nas Ruas
Sara Giromini
Eduardo Fabris Portella
Marcelo Stachin
Rafael Moreno

Sem dúvida uma ação que pode atingir o coração do bolsonarismo, no entanto é preciso mais, é preciso chegar a fonte e financiamento desses grupos.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:

 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->