Lula questiona: “Onde está Queiroz” e diz ver tratamento diferente da Justiça com Bolsonaro

CURITIBA Folha de São Paulo 

O ex-presidente Lula criticou nesta sexta-feira (26), em entrevista exclusiva concedida à Folha e ao jornal El País, o que diz ser uma diferença de tratamento dado a ele e ao atual presidente da República, Jair Bolsonaro.



“Eu estou achando estranho essa tal dessa milícia do Bolsonaro. Cadê aquele cidadão dos R$ 7 milhões [Fabrício Queiroz, ligado a Flávio Bolsonaro]? Cadê a imprensa que não está atrás do Queiroz? Então, é o seguinte, o Brasil tem dois pesos e duas medidas”, afirmou.

“Eu, ex-presidente da República, sem nenhuma prova, foram na minha casa, recebi vários policiais. O seu Queiroz não atendeu a nenhum pedido [para depor no Ministério Público] e a Polícia Federal não foi buscar ele ainda”, disse Lula.



Após uma batalha judicial na qual a entrevista chegou a ser censurada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), decisão revista na semana passada pelo presidente da corte, Dias Toffoli, o petista recebeu os dois veículos, em uma sala preparada pela Polícia Federal na sede do órgão em Curitiba, onde está preso desde abril do ano passado.

Sobre a eleição de 2018, Lula diz que acreditava na possibilidade de concorrer à Presidência mesmo estando na cadeia. ” Uma das condições que fez com que eu viesse para cá era porque não havia nenhum advogado naquele instante que não garantisse que eu disputaria as eleições sub-judice. Mesmo condenado, eu poderia concorrer.”

LEIA TAMBÉM:

O ex-presidente também se queixa da visão negativa que incide hoje sobre a política. “A política está efetivamente demonizada. E vai se levar um tempo muito grande para a gente tratar a política com mais seriedade.”

Leia, abaixo, novos trechos da entrevista de Lula —o vídeo completo da entrevista pode ser visto aqui.

 

Lula – No dia em que eu sair daqui, eles sabem, eu estarei com o pé na estrada. Para, junto com esse povo, levantar a cabeça e não deixar entregar o Brasil aos americanos. Para acabar com esse complexo de vira-lata.

Eu nunca vi um presidente bater continência para a bandeira americana [como fez Bolsonaro]. Eu nunca vi um presidente ficar dizendo “eu amo os EUA, eu amo”. Ama a sua mãe, ama o seu país! Que ama os Estados Unidos! Alguém acha que os Estados Unidos vão favorecer o Brasil?

Americano pensa em americano em primeiro lugar, pensa em americano em segundo lugar, pensa em americano em terceiro lugar, pensa em americano em quinto e se sobrar tempo pensa em americano.




E ficam os lacaios brasileiros achando que os americanos vão fazer alguma coisa por nós. Quem tem que fazer por nós somos nós. A solução dos problemas do Brasil está dentro do Brasil.

(…)