em Internacional

Europa proibirá entrada de brasileiros por descontrole da pandemia

11/06/2020

A Comissão Européia decidiu que a partir do dia 1 de julho, ficará proibido a entrada de pessoas vindas de locais com descontrole da pandemia de coronavírus, entre elas o Brasil, país que se aproxima das 40 mil mortes e mais de 750 mil casos confirmados de coronavírus. A Europa irá apertar o cerco sobre países que não controlam a pandemia.




Os países europeus vão proibir a entrada em seus territórios, de pessoas vindas de locais em que a pandemia do novo coronavírus não estiver controlada e claro um desses países é o Brasil. A medida entrará em vigor a partir do dia 1 de julho, quando a Europa irá reabrir suas fronteiras, informação da Comissão Européia, comunicada nessa quinta-feira (11).

Como as elites brasileiras irão reagir a isso? O presidente da república fez pouco caso da pandemia do novo coronavírus, chamou o coronavírus de ”gripezinha” e luta para a todo custo reabrir o comércio e a economia, no meio de uma pandemia que avança e já matou quase 40 mil brasileiros.




A lista de países que terão entrada permitida na Europa começará a ser elaborado nessa quinta-feira, segundo a Folha de São Paulo, na prática os residentes no Brasil terão sua entrada barrada no continente europeu, enquanto a pandemia não estiver sob controle.

O Brasil caminha para ser o segundo maior número de mortos por coronavírus no mundo, superando muito em breve o Reino Unido, com uma média diária de mortes superior ao dos EUA e Reino Unido, uma verdadeira tragédia internacional, sendo o país com maior número de mortes diárias em média no mundo.

VÍDEOS RELACIONADOS:
Inscreva-se no Canal:

Até o presidente norte-americano, Donald Trump, citou o Brasil como mal exemplo no combate ao coronavírus. O presidente que é aliado de Jair Bolsonaro.




Um estudo feito pela Universidade de Washington prevê cerca de 5000 mortes por dia no Brasil em Agosto, algo que nenhum outro país viveu  até agora.

LEIA TAMBÉM:

“Como a situação da saúde em certos países terceiros permanece crítica, a Comissão não propõe um levantamento geral da restrição de viagens nesta fase. A restrição deve ser levantada para os países selecionados com base em um conjunto de princípios e critérios objetivos”, diz comunicado da União Europeia.

Com informações da Folha

Se você gosta do nosso trabalho, faça uma doação de qualquer valor pelo Paypal é seguro e prático:





 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->