em Geopolítica

Colunista da Folha diz que Bolsonaro é poodle de Trump

Bolsonaro segue o rumo de Tony Blair  (ex-primeiro ministro da Inglaterra), um alinhamento automático e total a Trump e subserviência aos americanos. O colunista Igor Gielow termina dizendo que Bolsonaro insiste em ser um “poodle de Trump”.




247 – “Não foi com surpresa que se viu o Itamaraty emitir uma nota endossando o assassinato do general Qassim Suleimani pelos americanos”, escreve o jornalista Igor Gielow, colunista da Folha de S.Paulo.

O colunista fala que Tony Blair era uma espécie de “xodó” da centro-esquerda mundial. Que ele era uma terceira via não “tão conservadora, nem tão socialista”.

Afirma também que Bolsonaro tem se esforçado para ser uma versão similar a Tony Blair no seu amor por Donald Trump. Ele diz que com isso temos a noção do “buraco onde o Brasil está”.




Ontem a embaixada americana alertou seus cidadãos residentes no Brasil, sobre riscos e para manter discrição e ter documentos de viagem atualizados.

“Bolsonaro conta com a indiferença popular a temas externos para continuar sendo o poodle tropicalizado de Trump. O padrão terá mais três anos para ser testado, num mundo cada dia mais perigoso.” diz o colunista.

Opinião sobre o contra-ataque do Irã:

“A depender deles, o Brasil teria participado de uma intervenção militar na Venezuela, mudado a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém e aberto uma base americana por aqui”. Diz o colunista que afirma que membros do governo Bolsonaro dão amém e aderem a tudo que Trump quer.




LEIA TAMBÉM:

Ele afirma que tudo que Trump fala é aceito no governo brasileiro, sem críticas quase.  E fala que foi uma grande surpresa a nota do Itamaraty que segundo o colunista, teria endossado o assassinato do general Qaasem Soleimani pelos EUA.

“Todas ideias que têm Trump como fiador. Em troca, nada de palpável e uma série de pequenas humilhações”.Fala o colunista sobre a adesão automática do governo brasileiro de Bolsonaro as idéias e ações do governo Trump.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

O alinhamento automático de Bolsonaro a Trump pode custar caro ao Brasil em todos sentidos, tanto do ponto de vista comercial, diplomático e espera-se que Bolsonaro siga os militares brasileiros e não se envolva ou se posicione no conflito Irã x EUA.

Bolsonaro insiste em ser um poodle de Trump, diz o título do texto do colunista e parece fazer sentido.

Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | VK | Instagram

 

 

 

Comments are closed.